Desequilíbrio financeiro dos contratos impede renovação da frota

Previsão de passageiros feita pela Urbs não se realiza desde o início do contrato

Desequilíbrio financeiro dos contratos impede renovação da frota
23/08/2017 | Imprensa

O desequilíbrio econômico-financeiro dos contratos de concessão impede a renovação de frota no sistema de transporte coletivo de Curitiba. No entanto, as conversas com a Urbanização de Curitiba (Urbs) foram retomadas e estão avançando para que novos ônibus sejam adquiridos.

Abaixo, faça o download da nota completa.

Baixar Release

Prejuízo anual com fura-catraca equivale a cinco biarticulados novos

Todos os dias, 3.995 pessoas embarcam nos ônibus sem pagar a tarifa

+

Empresários de ônibus apresentam propostas para recuperação do transporte coletivo

Prioridade ao ônibus nas vias é fundamental

+

Por dia, linha Alferes Poli custa R$ 1,4 mil, mas só arrecada R$ 98; entenda

Situação ocorre devido à falta de segurança

+
© 2017 EMPRESAS DE ÔNIBUS DE CURITIBA E REGIÃO METROPOLITANA | Feito à mão e em pixel por br + vm