Projetos e empresas viabilizam reconstrução de tenda comunitária destruída por ciclone bomba

Entrega da tenda e doação de alimentos serão realizadas neste sábado na comunidade Dona Cida.

Projetos e empresas viabilizam reconstrução de tenda comunitária destruída por ciclone bomba
27/08/2020 | Imprensa

Os efeitos causados pelo ciclone bomba que atingiu a região Sul do Brasil, no mês de junho, ainda podem ser sentidos em Curitiba. Na comunidade Dona Cida, localizada na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), além dos prejuízos a algumas casas, o temporal destruiu uma tenda que funcionava como espaço de convivência para atividades culturais, educativas e comunitárias.

No momento do temporal, um grupo de jovens da comunidade se preparava para realizar uma ação de lançamento de um videoclipe. “Foi muito triste, muitas pessoas até se emocionaram. Rasgou tudo. A tenda era um símbolo para a comunidade, porque serviu de abrigo para as famílias que perderam suas casas no incêndio de 2018”, conta a coordenadora da associação de moradores da comunidade, Neia Bacilli. Ela lembra que 105 famílias da comunidade perderam suas casas no incêndio de grandes proporções que aconteceu na Ocupação 29 de Março, no bolsão Sabará.

A comunidade Dona Cida conta com 400 famílias. A tenda fora adquirida havia cerca de três anos por meio de doações e com a ajuda dos próprios moradores da região. “A gente fazia várias atividades na tenda, além dos eventos de Dia das Crianças, Natal, Páscoa e shows beneficentes de artistas. Todo mundo estava sentindo a falta dela. Foi maravilhoso saber que conseguimos uma nova tenda”, ressalta Neia.

A nova tenda mede 10 x 20 metros e está sendo doada pela empresa Multitrans Transportes, com intermediação do Projeto Luz. A presidente do projeto, Luciana Almeida, destacou a importância dessa doação, nesse momento difícil de pandemia. “Toda perda causa um grande transtorno, ainda mais para uma comunidade que passou por algo como o incêndio. A volta dessa tenda é uma glória, vai ser um grande marco para a comunidade”, salienta.

A nova tenda será entregue à comunidade neste sábado (29/08), às 10h30. Também serão doadas 250 cestas básicas, kits para crianças, alimentos já preparados, entre outros insumos. Além disso, um saxofonista deve acompanhar a entrega, levando arte e entretenimento aos moradores da comunidade. Outra iniciativa, o projeto Sopas Com Amor, está auxiliando na realização das doações.

Já o transporte da tenda e das doações está sendo viabilizado pelo projeto Linha Solidária, mantido pelas Empresas de Ônibus de Curitiba. “Nós percebemos que o transporte era um ponto sensível para as instituições. A Linha Solidária nasceu justamente para eliminar esse gargalo e para atender a quem mais precisa nesse momento grave de pandemia. Nesta semana, a Linha está completando um mês de operação, com a realização de 15 entregas. Isso representa uma entrega a cada dois dias, demonstrando a importância dessa iniciativa”, afirmou o representante das empresas de ônibus, Gelson Forlin.

Para solicitar a utilização do veículo, basta ligar no telefone (41) 3264-6767 e pedir o agendamento. A iniciativa é destinada às entidades sociais, ONGs ou grupos de amigos que conseguiram uma grande quantidade de doações e não têm como realizar o transporte até o destino.

Serviço
Entrega da tenda e doação de alimentos na comunidade Dona Cida
Quando: Sábado (29/08)
Horário: 10h30
Local: Comunidade Dona Cida – CIC
Local de saída das doações: Projeto Luz – Rua Des. Vieiria Cavalcante, 151 – Bairro Mercês (às 9h30)

Projetos e empresas viabilizam reconstrução de tenda comunitária destruída por ciclone bomba

Entrega da tenda e doação de alimentos serão realizadas neste sábado na comunidade Dona Cida.

+

Fura-catraca: invasões se espalham pelo sistema

Empresa vai testar em janeiro anteparo na estação-tubo

+

Prejuízo anual com fura-catraca equivale a cinco biarticulados novos

Todos os dias, 3.995 pessoas embarcam nos ônibus sem pagar a tarifa

+
© 2017 EMPRESAS DE ÔNIBUS DE CURITIBA E REGIÃO METROPOLITANA | Feito à mão e em pixel por br + vm